MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

TechNet Webcast: Visão Geral Técnica: System Center Configuration Manager 2007 SP2 e R3, dia 2/6/2010

 

Idioma(s):  Português. 
Produto(s):  Outros,Windows 7,Windows Server 2008. 
Público(s):  Generalista de TI.  
Duração:  60 Minutos 
Data de Início:  quarta-feira, 2 de junho de 2010 12:00 Brasília  
  
Visão Geral do Evento 
Com o lançamento dos sistemas operacionais Windows 7 e Windows Server 2008 R2, novas capacidades e cenários de uso estão surgindo para o gerenciamento de sistema. Questões econômicas, regulamentárias, sobre TI Verde e segurança continuam a ser os desafios que as organizações enfrentam. Neste Webcast, fornecemos uma visão geral e uma atualização técnica sobre o Microsoft System Center Configuration Manager 2007. Focamos nas melhorias do Service Pack 2 e R3, capacidades de mercado e em descrever nossa estratégia de lançamentos a curto prazo.

Palestrante: Marcelo Sincic e Wesley Fernandes

Registro: https://msevents.microsoft.com/CUI/WebCastEventDetails.aspx?EventID=1032444323&EventCategory=4&culture=pt-BR&CountryCode=BR

 

Posted: mai 28 2010, 13:45 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

PowerPoint do Webcast Integrando Aplicações Java com .NET

Para quem não conseguiu assistir, segue o link original da inscrição, basta clicar para poder fazer o download do evento gravado: http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/MSDN-Webcast-Integrando-Web-Services-Java-2-EE-com-NET-Quinta-dia-275-as-2100.aspx

Segue também a apresentação:

 Integrando Web Services J2EE com.pdf (830,34 kb)

Posted: mai 28 2010, 10:05 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: .NET

Softwares para gerencimento da SolarWinds

A SolarWinds não é uma empresa tão conhecida como a NetIQ e outras, mas possui ferramentas de gerenciamento muito boas. Já trabalhei com a ferramenta LanSurveyor que é excelente por gerar em poucos minutos um mapa de toda a rede, identificando inclusive o SO e o IOS dos dispositivos fisicos.

Porem, recentemente precisei de uma ferramenta que monitore o Exchange gerando uma tela simples para que um operador não especializado pudesse acompanhar parada nos serviços. A minha surpresa é que a SolarWinds está disponibilizando diversas ferramentas interessante de forma gratuita por meio de seu site. São ferramentas pontuais mas que ajudam bastante em situações como a minha.

Por exemplo, eles possuem a ferramenta NetFlow Configuration e Network Config Generator que permite fazer um backup da configuração de roteadores ou switchs e depois distribuir esta configuração para os outros devices da rede.

Vale a pena conferir, clique no link a seguir e desça até a categoria "Free Tools": http://www.solarwinds.com/downloads/

Posted: mai 26 2010, 09:41 by msincic | Comentários (2) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Outros

MSDN Webcast: Integrando Web Services Java 2 EE com .NET Quinta dia 27/5 as 21:00

Este webcast já estava agendado para acontecer no inicio deste mes, mas tive problemas de saude e foi necessário adiar.

Já estamos com as demos prontas e iremos mostrar com o GlassFish e NetBeans como criar web services com suporte do Metro para passagem de dados entre o J2EE e o .NET, tanto em SOAP quanto RESTful. Vale a pena !!!!

Idioma(s):  Português. 
Produto(s):  Microsoft .NET. 
Público(s):  Dev/Programador Pro. 
Apresentador(es):  André Selim,  Marcelo Sincic 
Duração:  60 Minutos 
Data de Início:  quinta-feira, 27 de maio de 2010 20:00 Brasília  

Registro: https://msevents.microsoft.com/CUI/WebCastEventDetails.aspx?EventID=1032452768&EventCategory=4&culture=pt-BR&CountryCode=BR

Visão Geral do Evento 

Neste webcast abordaremos a integração de web services utilizando os dois ambientes distintos, um servidor executando Java 2 Enterprise em ambiente não-microsoft (GlassFish) e outro servidor executando IIS 7 e .NET. Iremos demonstrar como fazer a chamada em REST e SOAP dos web services do Java em .NET e do .NET no Java. Também apresentamos algumas das incompatibilidades entre os ambientes e como resolvê-los.

Palestrante: Marcelo Sincic, Desenvolvedor desde 1989 com Clipper S'87 e Dbase III rodando em Novell 2.0, atualmente é Certificado Microsoft como MCITP, MCTS, MCPD, MCSA, MCDBA, MCAD e MCT, pela IBM como CLP Domino 6.5 e pela SUN como Java Trainer. Possui certificação em .NET, Sharepoint, Windows 7, Windows 2008, SQL Server 2008 e outros produtos Microsoft, estando entre os primeiros no mundo a obterem as certificações MCTS no Windows 2008 e MCITP para Windows 7 com o titulo Charter Member. Atualmente presta consultoria e atua como instrutor .NET e plataforma Microsoft. Perfil completo em http://www.marcelosincic.com.br/blog/page/Sobre-o-Autor.aspx
 
Palestrante: André Selim, escreveu suas primeiras linhas de código em 1992 em Clipper e Dbase IV, posteriormente dedicando-se ao desenvolvimento de soluções fazendo uso do pacote Microsoft Office e Visual Basic. Atualmente esta focado em ferramentas IBM, mas especificamente em soluções de colaboração utilizando Lotus Notes e Domino. Nos últimos três anos trabalhou em projetos na IBM Brasil - GBS, onde implementou uma solução customizada de busca utilizando Domino , Java e Web Services. Certificado Microsoft como MCP, e IBM como IBM Certified Instructor e IBM Certified Professional para Administração e Desenvolvimento em Lotus Notes. Educador por vocação sempre procurou conciliar treinamento as atividades de consultoria, tendo sido professor nos cursos de graduação em Sistemas de Informação na Uniban e nas Faculdades Integradas Rio Branco. Atualmente dedica-se a atividades de treinamento e consultoria.

Posted: mai 25 2010, 11:36 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: .NET

System Center Configuration Manager v.Next

Já a algum tempo que esperamos pela nova versão do SCCM. A atual versão do System Center Configuration Manager 2007 SP2 já está com um release em Beta que é o R3, um pacote com alterações interessantes. Aproveitando o post estarei apresentando no dia 2/6 as 12:00 um webcast sobre o SCCM SP2+R3 (https://msevents.microsoft.com/CUI/WebCastEventDetails.aspx?EventID=1032444323&EventCategory=4&culture=pt-BR&CountryCode=BR).

Agora temos oficialmente o anuncio de que o v.Next está pronto para o Beta 1. Ainda não está disponivel para download, mas já temos um ppt explicando as alterações que estão previstas.

Documento: Configuration Manager VNext Technical Overview Dec 2009 -MSConnect.pdf (4,33 mb)

Algumas das principais mudanças estão no primeiro pila que é o gerenciamento de funções do usuario, incluindo agora um portal para o proprio usuário escolher os softwares disponiveis para instalação. No pilar administração uma das mudanças e agora ser possivel distribuir alguns pacotes de correções especificos, alem de evoluir nos papeis e como são dispostos. No terceiro pilar, o gerenciamento de clientes, foram incluidas funções interessantes no RDP e incorporado o que hoje é um addin para fazer atualições offline em imagens.

Como faço parte do grupo de TAP assim que receber o Beta irei instalar e postar as mudanças.

Posted: mai 24 2010, 21:12 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Login
Marcelo de Moraes Sincic | All posts tagged 'vm'
MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Utilizando IP Fixo em Maquinas Virtuais no Windows Azure

Um novo recurso que se tornou disponivel nas novas versões do PowerShell para o Windows Azure são os comandos “StaticVNetIP”. Você pode baixar a nova versão em http://www.windowsazure.com/pt-br/downloads/#cmd-line-tools

Estes comandos permitem que se fixe o IP dentro do range da rede virtual que você já tenha definido, permitindo assim que consiga garantir o IP de cada VM sem a necessidade de fazer o “Start” na ordem fixa todas as vezes.

Passo 1: Saiba os Riscos e Gerencie Seus IPs

Antes de iniciarmos, é importante ressaltar que não há suporte se houver problemas (http://msdn.microsoft.com/en-us/library/windowsazure/jj156090.aspx#BKMK_IPAddressDNS):

“Use DHCP-leased addresses (this is mandatory — static addresses are NOT supported)

Portanto, antes de começar a designar IPs fixos as suas VMs, lembre de manter uma lista dos IPs definidos!

Além disso, não utilize IPs que não estejam no range da sua rede virtual. Por exemplo, a minha rede tem o range 10.0.1.4 a 254 e se eu fixar o IP 10.0.2.4 a uma VM, ele ficará incomunicável e precisará ser excluida.

image

 

Passo 2: Registrar a Assinatura no PowerSell

Este passo é permanente, e basta executar o comando Add-AzureAccount que irá abrir uma janela de autenticação e importará os dados da sua assinatura:

Capture

Para verificar se importou com sucesso use o comando Get-AzureSubscription que retornará os dados da assinatura registrada:

image

Caso precise remover uma assinatura que tenha utilizado no passado para teste, o comando Remove-AzureSubscription é indicado. Se necessário, precisará redefinir sua assinatura padrão, o comando abaixo redefinirá o default:

image

 

Passo 3: Registre o IP de cada VM

Para registrar os IPs lembre-se do que foi comentado no início, é necessário que eles estejam no range da rede virtual que você tenha definido, senão a VM não poderá mais ser acessada e ficará incomunicável.

O comando que utilizaremos para fixar o IP não trabalha com strings, o primeiro passo é usar o comando Get-AzureVM para retornar em uma variável o PermanentID da VM desejada:

image

O comando acima procura a VM “W2012-Exch-3” no catálogo e retorna o ID, e o comando Set-AzureStaticVNetIP abaixo fixa o IP:

image

Obs: Pode-se usar o “pipe |” para executar os comandos na mesma linha se desejado

Porem, note que o comando acima não foi confirmado, apenas como que simulado. O correto é utilizar o Update-AzureVM na sequência para confirmar a alteração, como um commit.

Sendo assim, a sequencia de comandos para alterar as VMs seria como o exemplo abaixo:

image

Note que neste exemplo 3 diferentes VMs tiveram seus IPs fixados e é possivel com o comando Get-AzureStaticVNetIP consultar se a VM fixou o IP desejado:

image

Por fim, ao verificar o escopo de rede no Azure, pode-se ver que as maquinas reiniciadas receberam o IP que fixamos:

ListaIPs

Posted: mar 11 2014, 00:25 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Login