MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Azure Sentinel–MITRE Coverage

Outra feature que estava em private preview para MVPs e parceiros e agora se tornou público é o recurso de mapeamento dos alertas e huntng queries do Sentinel com a matriz de cobertura do MITRE.

Esse recurso não gera um custo já que ele é um dashboard que demonstra a matriz ao inves da lista de itens.

Como MITRE é mapeado atualmente

Hoje os alertas e hunting queries já trazem as técnicas MITRE que estão sendo abordadas como mostra a imagem abaixo:

image

Podemos observar que as táticas e técnicas já são mapeadas tanto no cabeçalho quando em cada um dos itens de pesquisa ativa do Sentinel.

Mas esses dados estão desestruturados e é necessário clicar para fazer um filtro das vulnerabilidades com o mapa de cobertura do MITRE, muito usado hoje.

Como o MITRE será mapeado agora com o Preview

Os mesmos dados da consulta acima, agora podem ser visto diretamente no mapa de cobertura MITRE:

image

Com esse mapa ficará muito mais fácil categorizar os diferentes tipos de vulnerabilidades que preciso me proteger já que ele me traz a possibilidade nos detalhes de abrir as queries que geraram os diferentes pontos de atenção!

Alem disso, tambem é possivel com a opção Simulated mapear quantos diferentes tipos de vulnerabilidades eu tenho cobertura, mesmo que não tenha resultado na query hoje.

image

Esse efeito de simulação é muito interessante pois me permite saber se o Sentinel tem o necessário para cobrir todos os pontos que me interessam e me permitirá ter uma visão gerencial incluindo as hunting queries que eu mesmo crie.

Anuncio do Public Preview: What’s Next in Microsoft Sentinel? - Microsoft Tech Community e documentação View MITRE coverage for your organization from Microsoft Sentinel | Microsoft Docs

Posted: mar 02 2022, 23:04 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Azure Sentinel–Log Search & Restore Preview

Um dos programas que a Microsoft disponibiliza a MVPs e parceiros é participar de previews privados para funcionalidades de Cloud Security.

Um destes recursos liberados para Public Preview recentemente foi o Log Search and Restore onde pode-se estender o tempo de log do Analytics alem de utilizar o próprio Sentinel para ler os dados destes logs armazenados.

Limitação Atual

Na versão GA o Sentinel guarda os logs por até 2 anos, sendo que pela interface visual é possivel configurar 90 dias e via PowerShell para até 755 dias.

Alem disso, ao configurar para 2 anos o log acaba gerando um custo mais alto por estar vinculado ao preço de armazenamento do Log Analytics que é por Giga.

Novos Limites e Custo

Neste Preview o log agora poderá ser guardado por 7 anos (2520 dias) alem de ter um custo menor que será divulgado no GA, porem muito menor que o atual.

Assim como no GA atual, a alteração pode ser feita via PowerShell para os 7 anos.

Mas para ajudar, vc pode usar o aplicativo disponibilizado no GitHub onde poderá escolher as tabelas e o tempo de arquivo para operação. Ou seja você pode colocar a tabela de alertas por 5 anos e a tabela de incidentes por 2 anos.

Link para o aplicativo de configuração: Azure-Sentinel/Tools/Archive-Log-Tool/ArchiveLogsTool-PowerShell at master · Azure/Azure-Sentinel · GitHub

Usando o Recurso

Vou demonstrar com prints abaixo do meu Preview como fiz o processo de Restore, Search e o resultado final.

Executando um Restore com o nome da tabela que desejo, a data inicial e final:

image

Na sequencia executei uma consulta abordando o tempo que configurei do Restore da tabela SecurityEvents com o nome do meu servidor:

image

Por fim, o resultado é uma nova Custom Table no Log Analytics com o nome indicado acima e os mais de 3 anos de eventos restaurados!!!

image

Anuncio do Preview: What's New: Search, Basic Ingestion, Archive, and Data Restoration are Now in Public Preview - Microsoft Tech Community

Azure Sentinel - Conheça esse novo produto de segurança agora disponível

O Azure Sentinel já estava em Preview a algum tempo (desde março) mas já se mostrava um produto bem interessante https://azure.microsoft.com/pt-br/blog/azure-sentinel-general-availability-a-modern-siem-reimagined-in-the-cloud/?wt.mc_id=4029139

Sua função é analisar os dados coletados pelo Log Analytics e gerar dashboards, reports e alertas customizados com base no Machine Learning.

Nesse primeiro post vamos falar da configuração inicial do Sentinel e seu custo.

Nota: Em um segundo artigo falaremos dos Incidentes (casos), Busca, Notebook, Analise e Guias Estratégicos.

Como Habilitar o Azure Sentinel

Para criar uma instancia do Sentinel é necessário ter o Log Analytics (antigo OMS) habilitado e executando. Se você não o conhece, pode ver o que já abordamos anteriormente em http://www.marcelosincic.com.br/post/Operations-Management-System-(OMS)-agora-e-Azure-Log-Insights.aspx

Não é necessário fazer toda a configuração do Log Analytics, dependerá do que você irá analisar. Por exemplo se analisar DNS mas usa o Azure DNS, Office 365, Azure Activity e outros recursos que já fazem parte do Azure os dados são analisados sem a necessidade de agentes.

Por outro lado se for analisar threats de segurança em geral, login e logoff de AD e segurança de ambiente é necessário ter o agente instalado no Windows ou Linux para coleta dos dados de log.

Uma vez criado o workspace do Log Analytics já é possivel fazer o vinculo.

Sentinel

Com o workspace aberto já é possivel ter um overview dos dados coletados, nada muito sofisticado mas o suficiente para acompanhar o que está sendo analisado

2-visao geral

Ao clicar em qualquer um dos itens resumidos pode-se abrir o log do que gerou os alertas ou anomalias

3-Detalhes

Como Definir o Que Será Analisado

No console do Sentinel é possivel ver a aba “Conectores” onde temos diversos conectores já criados e disponiveis, alguns como preview e indicados quais já foram vinculados.

4-Conectores

Veja no ultimo item que a cada diferente conector o custo passa a ser vigente, ou seja conforme o numero ou tipo de conector haverá a cobrança do processamento dos dados.

Para cada conector é necessário abrir a pasta de trabalho e configurar a conexão, por exemplo se for Azure indicar a subscrição e se for Office 365 o usuário para logar e capturar os dados. Como cada um dos conectores tem wizard é um processo bem simples de ser realizado.

Consumindo os Reports e Dashboards

Na aba do Sentinel veja a opção “Pastas de Trabalho” onde podemos escolher quais os dashboards que queremos deixar disponiveis ou criar os seus próprio.

Por exemplo se eu clicar no conector de Exchange Online posso exibir ou salvar a pasta de trabalho com os seus reports já prontos.

5-Pastas de trabalho

No caso acima veja que a opção de Salvar não aparece e sim a Excluir, uma vez que já salvei anteriormente como um dos dashboards (pasta de trabalho) mais utilizados.

Ao clicar em Exibir podemos ver os detalhes do dashboard de analise de Identidade que fornece informações de login e segurança do meu ambiente

6-Minha Pasta-1

6-Minha Pasta-2

6-Minha Pasta-3

6-Minha Pasta-4

O nivel e detalhamento dos dados nos fornece uma visão real do que está acontecendo em determinado item de segurança conectado.

Compartilhando e Acessando os Reports (Dashboards)

Na mesma aba de “Pastas de Trabalho” mude para “Minhas pastas de trabalho” e poderá ver os que já salvou anteriormente ou customizou.

Neste exemplo já estão salvos 7 pastas (1 é customizada) com 31 modelos. As pastas são customizadas ou as já importadas dos modelos, enquanto o numero de “31 modelos” é porque um mesmo grupo de conectores tem mais de uma pasta, como é o caso do Office 365 que tem um conjunto de 3 diferentes reports.

7-Pastas de trabalho-Salvas

Ao acessar um dos reports é possivel ver o botão “Compartilhar” onde podemos gerar um link e enviar a outros ou utilizar para acesso fácil

8-Compartilhar

Já para “pinar” ou fixar no painel inicial do portal do Azure um atalho utilize o icone de pasta na tela de preview e a opção “Fixar no painel” como abaixo

9-Pinar

Quanto Custo o Azure Sentinel

Sabemos que os recursos de Azure são em sua maioria cobrados e o Azure Sentinel já tem seu valor divulgado em https://azure.microsoft.com/pt-br/pricing/details/azure-sentinel/

A primeira opção é adquirir em pacotes de 100 a 500GB por dia em modelo antecipado iniciando ao custo de $200/dia. Claro que o modelo antecipado é mais barato, mas só é útil se você consumir 100GB por dia, o que daria $7200/mês.

A segunda opção e util para quem irá analisar menos de 100GB por dia é o modelo de pagamento pós-uso ou por consumo ao valor de $4 por GB analisado.

Para saber o quanto está sendo analisado, veja a segunda imagem nesse artigo onde temos o total de dados “ingeridos”.

Importante: Se você coletar dados do Log Analytics o valor deve ser somado, já que o Log Analytics é uma solução independente.

Posted: set 30 2019, 00:31 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 5/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Login